Projeto Bom no Campo

BOM NO CAMPO 

Aperfeiçoamento Técnico de Futebol 

 

VENCENDO ATRAVÉS DO ESPORTE E DA EDUCAÇÃO  

A arte e o esporte tem o poder de mudar o mundo, o poder de inspirar, o poder de unir pessoas como poucos conseguiram.  A arte e o esporte podem criar esperança onde antes só havia desespero. São instrumentos de paz muito mais poderosos que governos.

 

ÍNDICE

  1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO

1.1     Nome do Projeto

1.2     Dados do Proponente 

1.3     Identificação do objeto a ser executado

1.4      Local

 

  1. INTRODUÇÃO E JUSTIFICATIVA

 

  1. OBJETIVOS

3.1     Objetivo Geral

3.2     Objetivos Específicos 

 

4 PÚBLICO ATENDIDO

4.1 Público Alvo 

4.2     Metas Quantitativas

 

5 DESCRIÇÃO DO PROJETO

5.1 Duração e Público Alvo

5.2     Planejamento

5.3     Descrição das Atividades

5.4     Avaliação das Atividades

 

  1. Cronograma físico das atividades.

 

  1. Plano no de aplicação de recursos financeiros.

 

  1. Previsão para continuidade e ampliação do projeto.

 

  1.   DAS RESPONSABILIDADES E CONSIDERAÇÕES  FINAIS    

9.1   Responsabilidade do Idex

    

1.Identificação do objeto a ser executado

 

Oferecer aulas de Aperfeiçoamento Técnico de Futebol para crianças e adolescentes alunos das redes pública e particular de ensino dos município do Estado de São Paulo e que são participantes de Programas Sociais do Governo Brasileiro ( Federal, Estadual ou Municipal ).

 

O objetivo do trabalho é de implantar nos municípios um padrão de esporte de Aperfeiçoamento técnico que permita ao aluno ingressar no mercado de futebol. Sendo assim o futebol será utilizado como uma ferramenta para ensinar fundamentos educacionais, éticos, para a prática da construção da cidadania e para dar oportunidade profissionais para esses alunos.        

O diferencial do presente projeto está na formatação do método de desenvolvimento de ensino para essa modalidade. 

 

    1. Local 

 

Mesmo sendo um projeto de Aperfeiçoamento Técnico e levando em consideração o cunho social do projeto, buscaremos um município que apresente carência e necessidade deste projeto.

 

 O local  considerado ideal, deverá possuir 2 ou 3 campos de futebol, sendo que um destes em tamanho oficial para desenvolvimento da atividade de Aperfeiçoamento técnico. Devemos levar em consideração o acesso ao local e principalmente o impacto psicológico que o ambiente causará ao jovem.

 

  1. INTRODUÇÃO E JUSTIFICATIVA

 

O Futebol como esporte motiva, apaixona, confraterniza, desenvolve o indivíduo socialmente, trabalha o caráter através da concepção de parceria e trabalho em equipe.

 

Prática que envolve todos os povos e culturas, forma de alegria, fraternidade e psicoterapia. Para psicólogos representa terapia de grupo, um psicodrama. 

 

Como ferramenta sócio-econômica gera empregos e recursos e possui ainda um grande caráter social. 

 

Esporte popular e de grande penetração em todas as camadas sociais, o futebol  atrai mais do que nenhum outro esporte; mídia, público e interesse. São vários os fatos que contribuem para sua ascensão 

 

– são atrativos naturais dados sua visibilidade na mídia

 

– considerado o esporte nacional

 

– o esporte coletivo trabalha constantemente os conceitos de cooperativismo e espírito de grupo, elementos fundamentais no processo de formação de um indivíduo. 

 

A facilidade em encontrar equipamentos nos municípios do estado de São Paulo não limita ou mina o interesse da população em praticar o esporte.

 

Sendo assim, procuraremos além de aumentar o número de jovens integrados ao esporte abrir caminhos aos alunos que tenham interesse em seguir no universo competitivo do esporte. Será uma fase de transição, mantendo os conceitos educacionais propostos nos programas sociais somada ao aperfeiçoamento na modalidade. 

 

As Turmas do Bom no Campo serão referencias para as demais turmas de outros programas sociais do Governo Federal. Preciosa ferramenta de motivação a todos os alunos das oficinas e importante instrumento de disseminação da cultura do esporte mais praticado no mundo. Uma experiência que poderá ser introduzida em todo o município de São Paulo.             

 

  1. OBJETIVOS

 

    1. Objetivo Geral

 

Dar condições técnicas e físicas para crianças e adolescentes que pretendem iniciar carreira profissional no mundo do futebol.

 

Oferecer às crianças e adolescentes paulistanas atividades esportivas de Aperfeiçoamento Técnico paralela às atividades escolares, sob a perspectiva sócio-educativa, complementando a sua formação. Gerar empregos para os alunos que possuir aptidão para tal modalidade.

 

3.2       Objetivos Específicos 

 

Promover o desenvolvimento da modalidade ao:

 

– Ocupar os jovens evitando assim seu ingresso na criminalidade;

 

– Identificar novos talentos e abrir caminhos aos interessados em seguir no universo  competitivo do esporte; 

 

– Criar um centro de referência na modalidade, motivando todos os alunos das oficinas e disseminando a cultura do esporte;  

 

– Melhorar a qualidade de vida destes jovens pelo estímulo à pratica de atividade física e alimentação equilibrada ( educação nutricional ); 

 

–  Popularizar a pratica esportiva através de uma modalidade de grande aceitação;

 

Oferecer e ocupar o seguinte número de vagas:

 

* 240 ( duzentas e quarenta ) vagas divididas em 6 ( seis ) turmas de 40 ( quarenta )  alunos.      

  

  1. PÚBLICO ATENDIDO

 

4.1       Público alvo 

 

Crianças e adolescentes de 12 a 17 anos, alunos da rede pública e particular de ensino.

 

4.2 Metas Quantitativas

 

Para compreendermos as metas quantitativas, veja quadro com o número de aulas, número de alunos por turma, o número de turmas e o número total de alunos:  

                                                                 

 

Número de aulas por semana:

2 ( duas ) para crianças de 12 – 14 anos 

3 ( três ) para crianças de 14 – 17 anos

 

Duração das aulas – 1:45 ( uma hora e quarenta e cinco minutos )

 

Número de alunos por turma – 40 alunos ( quarenta )

 

 Número de turma total – 6 turmas ( seis )

 

Total de alunos  – 240 ( duzentos e quarenta ) 

 

  1. DESCRIÇÃO DO PROJETO

 

    1. Duração 

 

A duração do projeto será de 12 ( doze ) meses. 

 

5.2       Planejamento

 

Turmas 

 

Iniciaremos o planejamento com a determinação das turmas e da grade horária semanal das atividades:

Levando-se em consideração o biótipo por idade dos alunos, dividimos as turmas em 6 faixas etárias, sendo :  

Faixa-etáriaCaracterização da Turma
16 a 17 anosTurma 4 ( T4 )
16 a 17 anosTurma 3 ( T3 )
14 a 15 anosTurma 2 ( T2 )
14 a 15 anosTurma 1 ( T1 )
14 a 15 anos ou 16 a 17 anosTurma NT2 ( Novas Turmas )
12 a 13 anosTurma NT1 ( Novas Turmas)

 

A turma com faixa etária de 12 a 13 anos terá duas aulas semanais e as demais turmas três aulas semanais, o tempo de cada aula será de 1:45 ( uma hora e quarenta e cinco minutos ).

 

No primeiro trimestre teremos apenas 4 turmas e após esse período teremos 6 turmas.

 

Vejamos o quadro de atividades das turmas:

 

 GRADE HORÁRIA DAS TURMAS PARA PRIMEIRO TRIMESTRE 

 

PeríodoSegundaTerçaQuartaQuintaSexta
09:15 -11:00T2T1T2T1T2
13:15 –15:00T3T3T3
15:10 –17:00T4T4T4

    

À medida que novas turmas forem sendo incorporadas ao projeto esses alunos também terão duas aulas semanais. Isso deverá ocorrer no segundo trimestre, sendo que a faixa-etária dessa nova turma também poderá ser definida de acordo com a maior procura de alunos dessa mesma faixa-etária.  

 

Então após a entrada dessas novas turmas o quadro de atividades será o seguinte:

 

     GRADE HORÁRIA DAS TURMAS APÓS PRIMEIRO TRIMESTRE 

 

PeríodoSegundaTerçaQuartaQuintaSextaSábado
09:15 -11:00T2T1T2T1T2Amistosos
14:00 –15:45T3NT1 

( Novas Turmas )

T3NT1 

( Novas Turmas )

T3
16:00 –17:45T4NT2

 ( Novas Turmas )

T4NT2 

( Novas Turmas )

T4

 

Dentro dessa nova fase aos sábados vamos iniciar os festivais, amistosos e jogos, buscando aumentar a competitividade de cada aluno.

 

Espaços e Horários 

 

Para a execução desse projeto pretendemos usar os campos de futebol do PET – Tatuapé de forma plena, ou seja, utilizar os campos e vestuários exclusivamente para os alunos envolvidos no projeto.

Os horários serão aqueles apresentados na Grade Horária das Atividades, as atividades do período da tarde terão um intervalo de 15 minutos para troca de turmas.

 

Corpo Técnico 

 

As turmas serão conduzidas por um Corpo Técnico responsável pelas atividades. O total para todo o projeto é de 1 Corpo Técnico.   

 

O Corpo Técnico será composto pelos seguintes profissionais:

 

1 (um) Técnico; 

1 (um) Estagiário de educação física;

1 (um) Preparador Físico.   

1 (um) Nutricionista

1 (um) Médico

1 (um) Massagista / Fisioterapeuta

 

Para o projeto teremos ainda os seguintes profissionais :

 

1 (um) Supervisor Geral

1 (um) Coordenador Pedagógico 

3 (três) Scout Técnico

1 (um) Administrador 

1 (um) Consultor de Marketing / Captador de Recursos  

 

Veja quadro sobre Recursos Humanos / Corpo Técnico geral para o projeto:

 

ESTRUTURA DE RECURSOS HUMANOS  

 

PROFISSIONAISQUANTIDADE ATIVIDADE / FORMAÇÃO
Supervisor Geral 1Gerenciador do projeto 
Coordenador Pedagógico 1Capacitação pedagógica da Equipe Técnica. 
Coordenador Técnico 1Professor de educação física especialista em futebol ou com experiência mínima de 3 anos no futebol. 
Scout Técnico3Seleção e Recrutamento dos jogadores, sendo estes profissionais professores de educação física ou profissional da área de futebol com experiência mínima de 3 anos.
Técnico1Professor de educação física especialista em futebol e com experiência de 1 ano.  
Estagiário de educação física1Estudante de educação física.
Preparador Físico1Professor de educação física especialista em futebol e em preparação física. 
Nutricionista/ psicóloga1Profissional formado em nutrição/psicologia especializado em nutrição esportiva
Médico1Profissional formado em medicina esportiva.
Massagista/Fisioterapeuta1Estudante de educação física.
Administrador  1Profissional com formação  em Administração ou experiência em  Relações Públicas Esportivas    
Consultor de Marketing / Captador de Recursos                        1Experiência em Marketing mínima de 3 anos nas áreas de consultoria de  marketing empresarial e captação de recursos 
Contador1Profissional responsável pelo Recursos Humanos e prestação de contas.

 

O Supervisor Geral fará a gerencia de todo o projeto.

 

O Coordenador Técnico será responsável pela orientação e capacitação especifica na modalidade da Equipe Técnica.

 

O Scout Técnico será responsável pela avaliação, seleção e recrutamento dos alunos de cada Clube Escola. Seu trabalho visa descobrir talentos dentro dos Programas Sociais do Governo.

 

O Coordenador Pedagógico será responsável pelas reuniões pedagógicas. Essas reuniões serão semanais e com período de 3 ( três ) horas cada, participarão dessas reuniões a Coordenação, Técnicos, Estagiários e Preparadores Físicos. Nessas reuniões será traçado os planejamentos semanais, a avaliação das atividades e a capacitação profissional dos envolvidos.

 

 O objetivo central desses encontros é de orientar os Técnicos, Estagiários e Preparadores Físicos a desenvolverem e aprofundarem suas competências. Também nessas reuniões  será feitas as avaliações de processos e de resultados atuais e buscas para melhorias no processo implementado.

 

A busca constante por melhorias e bem-estar dos alunos serão essenciais para a continuidade desse projeto, pois somente através do envolvimento potencial máximo de cada envolvido é que vamos ter uma participação social efetiva.

Assim, os padrões pedagógicos estarão sempre presentes nas turmas e alunos.

 

O Técnico será responsável pela implementação das atividades de futebol, treinamentos, disciplinas táticas etc.

O Estagiário de educação física deverá dar suporte ao técnico.O preparador físico auxiliará os Técnicos nas atividades de preparação física.   

 

A Nutricionista/ Psicólogo trabalharão em datas intercaladas e a nutricionista  será responsável pela avaliação e adequação da dieta de cada atleta durante todo o período do projeto. Deverá fazer as analises de % de gordura, % Muscular, redução de peso e melhoramento da relação músculo – gordura. Caso seja necessário poderá ainda definir a alimentação dos atletas durante o período de treinamento. O Psicólogo trabalhará nas motivações do atleta e outras orientações pertinentes ao assunto.

 

O Médico será responsável pela avaliação física inicial dos atletas, dizendo assim se esses podem praticar atividades físicas.

O Massagista/Fisioterapeuta, assim que necessário fará as massagens de relaxamento muscular.

 

O Administrador será responsável pela coordenação das ações internas e externas do projeto, no ambiente externo agirá como um Relações Públicas junto aos órgãos governamentais e entidades de classes focadas no objeto do projeto.  

 

O Consultor de Marketing / Captador de Recursos será responsável pela promoção e estruturação de marketing do projeto junto ao setor público e privado, essa promoção tem como objetivo captar recursos para ampliar e criar melhorias ao projeto. Esse trabalho poderá ser realizado no mercado nacional e internacional. 

 

O Contador será responsável pelo Recursos Humanos e prestação de Contas.

 

Divulgação 

     

A promoção das vagas será feita em cada escola, comunidade e programa social do governo. Outras peças publicitárias usadas são: cartazes de mural, folhetos, palestras nas escolas, promovidas pela coordenadoria, técnicos e estagiários do projeto.

 

Teremos ainda atividades de assessoria de imprensa, matérias e divulgações em jornais, revistas, rádios e televisão aberta. 

 

Seleção e Recrutamento

 

O processo de seleção e recrutamento para o preenchimento do número total de vagas serão dentro dos seguintes critérios: 

            * aptidão e qualidade técnica para tornar-se um jogador de futebol profissional

*  idade de acordo com as faixas etárias;

            *  preferência por quem esteja matriculado na rede pública de ensino. 

 

A performance dos alunos serão analisadas e acompanhadas  através do registro de cada aluno. As Fichas de Inscrição de cada aluno serão disponibilizadas ao Scout Técnico para que em cada visita feita ao Projeto esse mesmo possa acompanhar a performance técnica de cada aluno. 

 

Uma vez que o Scout Técnico julgue que o aluno esteja apto para ingressar no programa de Aperfeiçoamento Técnico o Coordenador Técnico deverá contactar o aluno e o pai ou responsável com o objetivo de permitir o ingresso no programa.

Cada Scout Técnico deverá manter o acompanhamento e visitas aos Programas Sociais durante todo o período de execução do projeto, deverá ainda manter ficha técnica de cada atleta.

 

A busca constante e descoberta de talentos será essencial para o sucesso do projeto.     

 

Após esse processo e caso o aluno tenha interesse as vagas deverão ser efetivadas com a entrega da Ficha de Inscrição, carta de autorização dos responsáveis e Atestado Médico.

 

Uma vez completada as turmas, inicia-se a inscrição da lista de espera. Caso ocorra abertura de vagas por afastamento ou desistência, vamos inscrever os alunos inscritos na lista de espera, sempre usando como critério a ordem de inscrição. 

 

Realizaremos reuniões com os responsáveis pelos alunos, para apresentação da proposta do trabalho.

 

As vagas serão divididas para aqueles alunos que apresentarem aptidão e necessidade.

 

Controle de presença  

                  

Os Técnicos e Estagiários farão controle diário de freqüência dos alunos. Isso ocorrerá por meio de Boletins de Presença. São através desses registros que vamos elaborar os relatórios e análises de aproveitamento, interesses e tendências do projeto.

 

Isso vamos ver mais adiante no item 5.4 Avaliação das Atividades.            

 

Os alunos com seis faltas consecutivas e que não tenha se justificado serão  afastados do projeto e sua vaga ocupada pelos inscritos na lista de espera, sempre obedecendo a ordem por data de inscrição dessa lista.

 

Material

 

O material que será utilizado está aqui dividido em dois grupos, sendo: Material de Propaganda e Material Esportivo. Veja quadro descritivo abaixo:

 

 

ITEMDESCRIÇÃOQUANTIDADEUNIDADE
Material de PropagandaPanfletos10.000Un.
Material de PropagandaCartazes160Un.
Material de PropagandaBanners32Un.
Material EsportivoCones Pequenos 23 cm30Un.
Material EsportivoCones Grandes 50 cm20Un.
Material EsportivoPratos Posicionamento Treino30Un.
Material EsportivoColetes Poliéster Treino480Un.
Material EsportivoShorts Poliéster Treino480Un.
Material EsportivoMeia de Futebol480Par
Material EsportivoChuteira Campo Oficial480Par
Material EsportivoFardamento Campo12Jogo com 15 conjuntos contendo, camisas e shorts de competição
Material EsportivoBolas40Un.
Material EsportivoPrancheta Tática4Un.
Material EsportivoApito Oficial8Un.
Material EsportivoCartão Campo Oficial200Pacote
Material EsportivoLuvas Campo Oficial24Par
Material EsportivoBalde Massagem8Un.
Material EsportivoBolsa Porta Bolas20Un.
Material EsportivoBombas20Un.
Material EsportivoPorta Chuteira480Un.
Material EsportivoAgasalho480Un.

 

Os alunos receberão shorts, coletes, meias e chuteiras e esses artigos pertencerão a cada aluno.     

 

Os shorts, camisas e coletes terão os logotipos do patrocinador ou órgão do governo e do Projeto. Todo esse material tem vida útil de 6 meses, o prazo de entrega para esses material é de 40 dias.

 

As meias, chuteiras, coletes, shorts, agasalhos e porta chuteira têm vida útil de 6 meses, o prazo de entrega é de 50 dias.

 

Todos os demais materiais pertencerão aos alunos.

 

Todas as atividades serão iniciadas antes da entrega dos materiais.

 

Transporte para Coordenação do projeto

 

Serão alugados veículos  para que o Scout Técnicos possam executar seu serviço. Os veículos serão alugados tão logo os profissionais comecem a executar seu serviço. 

 

Transporte para alunos do programa  

 

Cada aluno deverá dirigir-se até o local de treinamento através de transporte público e devido a dificuldade de acessibilidade e pontualidade tomar um microônibus exclusivo do projeto. 

 

O microônibus buscará os atletas em algum ponto estratégico a ser definido pela coordenação do projeto e engenharia de trafego local. Os veículos serão alugados tão logo comece a atividade. 

 

Alimentação 

 

ITEMDESCRIÇÃOQUANTIDADEUNIDADE
Alimentação Kit Lanche1 por aluno em cada sessão de treinoKit Lanche

 

A alimentação será  fornecida, já prontos para consumo, no local do treino. 

 

5.3     Descrição das Atividades

 

Preparação Inicial  

 

O primeiro mês do projeto será de preparação inicial.

 

  • Formação de Profissionais e Corpo Técnico 
  • Divulgação 
  • Divulgação nas Escolas 
  • Compra de Material Esportivo
  • Inscrição de Alunos 

Rotina de Aulas 

 

Uma vez no campo os alunos farão um agrupamento em torno do professor para o registro na lista de presença, nesse momento o Técnico fará a interação entre educadores e educandos, isso serve para fazer uma reflexão e contextualização do dia. Ato planejado e intencional busca a compreensão individual do potencial de cada aluno. Aqui utilizaremos cerca de 15 minutos.

 

Os próximos 30 minutos serão para atividades de condicionamento físico, aprimoramentos técnico e tático. As turmas serão dividas em dois grupos de 20 alunos. 

Teremos trabalhos técnicos de:

– controle de bola através de cones, balizas, etc;

– posicionamento em campo;

– compreensão das técnicas de combate a adversários; 

– trabalhos para ganho de potencialidades de acordo com o perfil de cada atleta.   

 

Concluído isso teremos cerca de 10 minutos de descanso.

 

Em seguida teremos mais 50 minutos que serão para atividades técnicas e táticas. Novamente as turmas serão dividas em 2 grupos de 20 alunos. E o técnico reunirá os 40 alunos para uma partida de futebol.  Essa etapa tem como objetivo a implementação e execução do ensinamento transmitido na etapa anterior.   

 

Eventos 

 

Através da obtenção de bons resultados do primeiro trimestre de introdução do projeto ( entenda-se aqui introdução de atividades físicas ) participaremos de uma série de eventos.

 

Vamos realizar amistosos com equipes que disputam torneios oficiais da Federação Paulista de Futebol.

 

Essa interação amplia o universo do aluno, através da confraternização e percepção de participação em ambientes externos.

Para o Treinador é uma oportunidade de estar ainda mais integrado ao aluno.   

Os pais deverão ser parte integrante dessa etapa.  

 

    1. Avaliação das Atividades

 

Ao longo de todo o Projeto serão colhidos pelos técnicos e estagiários, em atividades preparadas e sob orientação da coordenação pedagógica, dados individuais dos alunos.

Essa avaliação busca balizar as necessidades de melhora de performance do atleta em contextualização com o projeto.   

As informações e análise de cada aluno têm como finalidade qualificar e quantificar os processos de cada aluno e do grupo. Através de registros e anotações, monitoraremos o indivíduo e o coletivo.

Dentro desse padrão de coleta de dados para formatação de uma performance eficaz para o aluno, alguns marcos poderão ser importantes;

 

Todo processo de treinamento tende a aumentar a capacidade de rendimento do esportista que o leva a cabo. Nesse esporte de conjunto que é o futebol as capacidades de desenvolvimento são muitas e variadas desde o físico, mas não devemos esquecer que por ser um esporte que possui um elemento, o domínio do mesmo, vale dizer o manejo técnico, será fundamental.

 

De maneira genérica o treinamento seria uma grande escada com etapas ou níveis de treinamento sobre os quais se vão baseando níveis ou cargas de treinamento superiores. Tanto o desenvolvimento físico, técnico e tático seria continuo durante toda a carreira do jogador é por ela que uma programação adequada das etapas de treinamento redundará em um futebolista mais completo desde o físico, técnico e tático que é o que demanda o futebol atual.

 

O programa busca alcançar que o processo de treinamento tenha os seguintes objetivos desde o ponto de vista físico, médico e técnico.

 

Do ponto de vista médico:

Medições antropométricas ( quando necessária ).

Determinação de somatotipo.

% Gordura

% Muscular

Controles:

Eletrocardiograma 

Análise

Ergometria

Redução de Peso

Melhoramento da relação músculo – gordura

 

Do ponto de vista físico:

Teste de força ( explosiva )

Potencia

Medição de resistência aeróbica ( teste de Cooper )

Medições de velocidade aláctica  

Relações entre teste físico e médico 

Conclusões 

Programação de objetivos a curto, médio e longo prazo.

Programa para melhoramento, manutenção e desenvolvimento da força através da sobrecarga.

Programa de treinamento para alcançar a capacidade aeróbica láctica e aláctica.

Programa de treinamento de alta velocidade.

 

Do ponto de vista técnico 

Ficha individual técnica.

Programação para a melhoria das técnicas individuais e coletivas.

Teste de todas as técnicas individuais do jogador.

Passe

Controle com diferentes partes do corpo.

Condução.

Arremate.

Cabeceio.

Teste de técnica individual defensiva.

Controle de Bola.

Antecipo.

Retrocesso perfilado.

Cobertura defensiva.

Cobertura com os dois pés.

Laterais.

Teste de técnicas defensivas coletivas.

Manejo 

Escaloneamento.

Circulação 

Etc.

Controle da marcação homem a homem.

Manejo de cobertura.

Manejo de reflexos.

Jogar com três homens.

Jogar com quatro homens.

Jogar de stopper.

Jogar de libero.

Jogar nas quatro posições do fundo.

Teste de técnica individual ofensiva

Controle com as duas pernas.

Controle com as duas pernas para o envio dos centros.

Manejo com as duas pernas para chute ao gol.

Cabeceio entre dois zagueiros.

Capacidade de controle com diferentes partes do corpo.

Técnica de remate de bolas de primeira.

Capacidade de drible com as duas pernas.

Capacidade de drible em alta velocidade.

Capacidade de drible em alta velocidade e arremate de fora da área. 

Antecipação ofensiva.

Capacidade de definição.

Teste de técnica individual ofensiva coletiva.

Manejo dos conceitos básicos.

Manejo para ir ou para vir.

Tocar e sair por trás.

Controle e compreensão da distração ofensiva.

Capacidade para participar nas diferentes posições ofensivas.

Controle da capacidade de contra antecipo ofensivo.

Capacidade da visão periférica para a analise do jogo.

Capacidade e velocidade de resolução na área.

 

Do ponto de vista tático.

Diagramação do trabalho em base na posição do campo de jogo.

Treinamento especifico do tático.

Correção dos erros particulares.

Exercícios coletivos para a compreensão das diferentes formas de zona de jogo, homem a homem, libero, stopper.

Aprendizagem de pressing.

Melhoramento técnico individual ofensivo.

Exercícios coletivos para o melhoramento dos movimentos ofensivos através de situações problemas no meio de campo.

 

Relatórios com dados sobre freqüência dos alunos, processos, acontecimentos vividos serão apresentados mensalmente durante o período de vigência do projeto para a Coordenação do Programa. Caso tenha necessidade os dvds com jogos dos atletas poderão ser apresentados.

       

Como recompensa e estímulo visando a continuidade dos atletas no programa, poderemos premiar os 100 melhores atletas com uma Ajuda de Custo. Esses prêmio, caso ocorra, será apenas concedido após o atleta apresentar aptidão para a modalidade, o que deverá ocorrer entre o quarto e sétimo mês de implantação do projeto. 

 

ETAPAS DE DESENVOLVIMENTO DO PROJETO  

 

Veja quadro com as etapas de desenvolvimento do projeto:

 

Etapa 1 – Recrutamento – Prospectar potenciais atletas em todos os programas sociais, preparação de corpo técnico. E 

 

Etapa 2 – Análise – Análises médica, física, técnica e tática. Nessa etapa começaremos também a rotina de aulas. Manteremos o recrutamento constantemente.

    

Etapa 3 – Preparação – Treinamento visando à colocação em clubes de futebol. Manteremos o recrutamento constantemente

 

Etapa 4 – Colocação – Colocação em clubes de futebol. Manteremos o recrutamento constantemente

 

 ETAPA 1        ETAPA 2             ETAPA 3       ETAPA 4 
      ATIVIDADESMês 1Mês 2Mês 3Mês 4Mês 5Mês 6Mês 7Mês 8Mês 9Mês 10Mês 11Mês 12
Preparação Inicial X           
Preparação Corpo Técnico X           
Recrutamento X X X X X X X X X X X X
Análise Médica e Física   X        
Análise Técnica e Tática    X X       
Rotina de Aulas   X X X X X X X X X
Avaliações Periódicas       X   X   X
Eventos        X X X X X X
Relatório Final            X

 

  1. PLANO DE APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS

Em aplicação de recursos financeiros, detalharemos a composição de Custos do projeto divididos em grupos:

 

Recursos Humanos;

Despesas Correntes;

Despesas de Alimentação/Kit Lanche;

Despesas de Propaganda e Marketing; 

Despesas de Vale Transporte para Auxílio Condução;

Despesas de Aluguel de veículos; 

Despesas Administrativas. 

 

Recursos Humanos

 

Todos os profissionais que executarão o projeto, exceto os estagiários, serão profissionais autônomos com contratos de prestação de serviço ou sobre regime de CLT. No momento da prestação de contas serão entregues os comprovantes de inscrição na Prefeitura Municipal de São Paulo, comprovantes de pagamento como também os comprovantes de recolhimento dos encargos devidos, inclusive ISS, de cada profissional.

Para composição de valores dos Recursos Humanos, segue, abaixo tabela com detalhes dos salários dos profissionais, com os encargos sociais. Para os profissionais voluntários não colocaremos os encargos sociais apenas a base salarial para lançarmos na contrapartida desses profissionais.

 

BASE SALARIAL DOS RECURSOS HUMANOS 

 

Observação – O Administrador e Consultor de Marketing / Captador de Recursos trabalharão como voluntários através da doação de tempo/ mão de obra. 

 

RECURSOS HUMANOS VOLUNTARIOS

 

Descrição Quant.Salário Mensal  Total MensalMesesTotal

Ano

Administrador1R$ 6.760,00R$ 6.760,0012R$ 81.120,00
Consultor de Marketing / Captador de Recursos1R$ 8.900,00R$ 8.900,0012R$ 106.800,00

 

SUBTOTAL RECURSOS HUMANOS VOLUNTÁRIOS     R$ 187.920,00

 

Uma vez apresentado o valor de cada profissional, apresentamos agora os Custos de Recursos Humanos:

 

   RECURSOS HUMANOS

Descrição Quant.Salário Mensal  Total MensalMesesTotal

Ano

Coordenador Pedagógico1R$ 2.760,00R$ 2.760,0012R$ 33.120,00
Estagiário de educação física1R$ 1.030,00R$ 1.030,001212.360,00
Massagista ( estagiário )1R$ 1.030,00R$ 1.030,001212.360,00
Preparador Físico1R$ 2.959,50R$ 2.959,501235.514,00
Técnico1R$ 3.226,50R$ 3.226,501238.718,00
Coordenador Técnico     1R$ 3.493,50R$ 3.493,501241.922,00
Scout Técnico 3R$ 3.493,50R$ 3.493,5012125.766,00
Nutricionista/ Psicóloga     1R$ 2.760,00R$ 2.760,001233.120,00
Médico1R$ 2.760,00R$  2.760,001233.120,00
Supervisor Geral     1R$ 4.962,00R$ 4.962,001259.544,00
Contador     1R$ 1.224,00R$ 1.224,001214.688,00

                    

             SUBTOTAL RECURSOS HUMANOS     R$ 442.224,00

             

 

TOTAL DE RECURSOS HUMANOS R$ 442.224,00

 

 Despesas Correntes 

Veja a tabela das Despesas Correntes:

 

DESPESAS CORRENTES

 

ITEMDESCRIÇÃO QUANTIDADEUNIDADEVALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL
Material EsportivoCones Pequenos 23 cm30Un.5,00150,00
Material EsportivoCones Grandes 50 cm20Un.7,50150,00
Material EsportivoPratos Posicionamento Treino30Un.2,7081,00
Material EsportivoColetes Poliéster Treino480Un.5,102.448,00
Material EsportivoShorts Poliéster Treino480Un.8,604.128,00
Material EsportivoMeia de Futebol480Par5,382.582,40
Material EsportivoChuteira Campo Oficial480Par68,0032.640,00
Material EsportivoFardamento Campo12Jogo com 15 conjuntos contendo, camisas e shorts de competição10,001.920,00
Material EsportivoBolas40Un.52,002.080,00
Material EsportivoPrancheta Tática4Un.73,50294,00
Material EsportivoApito Oficial8Un.5,9947,92
Material EsportivoCartão Campo Oficial200Pacote7,991.598,00
Material EsportivoLuvas Campo Oficial24Par29,70712,80
Material EsportivoBalde Massagem8Un.59,80478,40
Material EsportivoBolsa Porta Bolas20Un.48,00960,00
Material EsportivoBombas20Un.40,00800,00
Material EsportivoPorta Chuteira ( para chuteira, camisa, shorts e meias)  480Un.21,8010.464,00
Material EsportivoAgasalhos480Un.180,0086.400,00

SUBTOTAL MATERIAL   R$ 147.934,52        

 

Despesas de Alimentação

 

Veja a tabela das despesas de alimentação

 

DESPESAS DE ALIMENTAÇÃO

 

ITEMDESCRIÇÃOQUANT.UN.VALOR UNITVALOR TOTAL 
AlimentaçãoAlimentação 28.800Un3,80109.440,00

SUBTOTAL ALIMENTAÇÃO  R$ 109.440,00        

 

Despesas de Evento

 

Veja a tabela das despesas de evento

 

DESPESAS DE EVENTO

 

ITEMDESCRIÇÃOQUANT.VALOR UNITVALOR TOTAL 
EventoEvento esportivo de apresentação e amistosos de futebol202.500,0050.000,00

 

SUBTOTAL EVENTO   R$ 50.000,00   

     

 

Divulgação  – Marketing e Propaganda 

 

Veja quadro com material de propaganda e marketing:

 

PROPAGANDA

 

ITEMDESCRIÇÃOQUANT.UN.VALOR UNITVALOR TOTAL 
PropagandaPanfletos10.000Un.0,707.000,00

SUBTOTAL PROPAGANDA   R$ 7.000,00        

 

 

 

     MARKETING DOS ATLETAS

 

ITEMDESCRIÇÃOQUANT.VALOR VALOR TOTAL
Marketing dos atletasProdução de material visual, gravação de jogos e dvds dos atletas  Gravação de 50 jogos e vídeo individual de 100 atletasR$ 28.400,00    R$ 28.400,00    

 

             SUBTOTAL DE MARKETING DOS ATLETAS   R$ 28.400,00        

 

   DESPESAS TOTAL DE PROPAGANDA E MARKETING 

 

DESCRIÇÃOVALOR TOTAL
PropagandaR$  7.000,00
Marketing dos atletasR$ 28.400,00    
TOTALR$ 35.400,00

 

TOTAL DE DESPESAS DE PROPAGANDA E MARKETING  R$ 35.400,00

 

Despesas de Transporte de alunos/ Transporte Público 

 

Veja quadro de despesas de Transporte de alunos

 

DESPESAS DE VALE TRANSPORTE PARA AUXÍLIO CONDUÇÃO

 

ITEMDESCRIÇÃOQUANT.UN.VALOR UNITVALOR TOTAL 
TransporteGasto com transporte público (ida e volta)57.600Un3,00172.800,00

SUBTOTAL DE TRANSPORTE  R$ 172.800,00

 

        

Despesas de Aluguel de Veículos 

 

DESPESAS DE ALUGUEL DE VEICULOS

 

ITEMDESCRIÇÃOQUANT.VALOR MÊS
Veículos Aluguel de veículos para acompanhar e fazer tiragem dos alunos , microônibus e para staff técnico e uso no dia a dia. Incluso motorista e combustível.    4380.000,00

TOTAL VEICULOS R$ 380.000,00   

 

Despesas Administrativas

 

Para as Despesas Administrativas, correspondente ao Suporte Operacional de todo o Projeto, foi calculado o valor baseado nos custos abaixo.  Esses custos são;

 

DESPESASDESCRIÇÃOQUANTPREÇO UN.PREÇO TOT.
CartórioGastos gerais de Cartório, como reconhecimento de firma de assinatura de responsável pelo atleta240 reconhecimentos e autenticaçõesR$ 7,60 reconhecimento e R$ 2,00 por autenticação.R$ 4.000,00
Despesas de Telefonia Móvel de radiofreqüênciaPara comunicação entre os profissionais 9 rádiosR$ 100,00R$ 10.800,00
PapelariaPara serviços gerais relacionados ao projeto.-20 resmas de papel, 

-clipps ,

 -10 pastas arquivos

– 5 caixa Etiqueta ink-jet/laser 216×279 p/ cds e dvds cd100b Pimaco PT 100 FL 

– 2 caixas Envelope saco kraft natural 80g 176×250 34skn Celucat CX 500 UN

– 1 caixa 

Caneta esferográfica cristal preta Bic CX 50 UN
– 5 latas de Clips nr.0 (lata c/500g) Spiral PT 1 UN

– 2 Quadro branco 90×60 moldura alumínio Cortiarte CX 1 UN

R$ 700,00
XeroxXerox de fichas para scout técnico  e documentos10 milR$ 0,30 R$ 3.000,00
Aluguel de NotebookNotebook para Coordenar Técnico e Supervisor Geral2 R$ 250,00 / mês R$ 6.000,00
Mídia de Dvd para gravaçãoCompra de discos de dvd para gravação de vídeo 1.000R$ 0,80R$ 800,00
Correios e ou serviços de courrierEnvio de material de atletas para clubes 750 R$ 20,00R$ 15.000,00
Gráfica Cartões para Scout TecnicoR$ 1.000,00R$ 1.000,00
TOTALR$ 41.300,00

 

CUSTO TOTAL DO PROJETO 

 

Geradas todas as despesas, apresentamos o resumo do orçamento:

 

PLANO DE APLICAÇÃO  DE RECURSOS 

 

ITEMDESCRIÇÃOVALOR TOTAL
RECURSOS HUMANOSContratação de profissionais para execução do ProjetoR$ 442.224,00
DESPESAS CORRENTESGastos com materiais e eventoR$  147.934,52                
ALIMENTAÇÃODespesas com alimentaçãoR$   109.440,00        
EVENTODespesas Gerais do eventoR$  50.000,00
MARKETING E PROPAGANDADivulgação do Projeto e assessoria de imprensaR$ 35.400,00
TRANSPORTE ATLETASTransporte da Residência até local de encontro do coletivo do Projeto   R$  172.800,00
DESPESAS ADMINISTRATIVASDespesas Gerais e de Administração do ProjetoR$ 41.300,00
DESPESAS DE ALUGUEL VEICULOSDespesas com aluguel de veículosR$  380.000,00

 

TOTAL R$  1.379.098,52

 

  1. PREVISÃO PARA CONTINUIDADE E AMPLIAÇÃO    

 

Confiantes no sucesso do projeto estimamos implantar o Projeto após o segundo semestre de 2011 para outras unidades e assim expandirmos para outros bairros, ampliando consideravelmente o número de alunos atendidos.

 

  1. CONSIDERAÇÕES FINAIS

 

9.1   Responsabilidade 

 

  • Contratar os profissionais necessários ao Projeto, conforme descrito no item 5.2 Planejamento;
  • Gerenciar os profissionais exigidos no Projeto;
  • Disponibilizar espaços para as reuniões pedagógicas;
  • Gerenciar a compra de todos os materiais necessários ao Projeto, conforme descrito no item 7 Plano de Aplicação de Recursos Financeiros;
  • Executar e supervisionar todas as atividades dos profissionais descritas no item 5 Descrição do Projeto;
  • Solicitar e organizar os cadastros e documentos de matrículas de todos os alunos;
  • Registrar a freqüência dos alunos;
  • Solicitar as autorizações de participação, junto aos pais dos alunos, nos eventos;
  • Possuir conta bancária somente para gerenciar os recursos do Projeto;
  • Apresentar relatórios de prestação de contas mensalmente, contendo documentos fiscais e comprovantes de todas as movimentações financeiras;
  • Apresentar relatórios técnicos de avaliação, de acordo com o item 5.2 Avaliação das Atividades.
  • Buscar a captação de recursos para melhorias do programa;